Trabalhador da Brisa atropelado na A2...

Condicionamento de tráfego na A2

Sublanço Alcácer do Sal/Grândola Norte

 

A Brisa – Auto-estradas de Portugal informa que irá proceder a obras de beneficiação de pavimento no sublanço Alcácer do Sal/Grândola Norte da A2 – Auto-estrada do Sul. Na sequência destes trabalhos serão implementados, entre 4 e 9 de Outubro, condicionamentos de trânsito.

 

Número Azul da Brisa (808 508 508) está à disposição dos automobilistas, para prestar as informações e os esclarecimentos... Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.brisa.pt

  

 http://www.rostos.pt/inicio2.asp?cronica=103300&mostra=2&seccao=autarquias&titulo=Condicionamento-de-trafego-na-A2-%0ASub

 

Fiscal da Brisa atropelado na A2

  

António Caixas tinha acabado de sair da sua viatura de trabalho para ir inspeccionar os trabalhos de reparação na A2 quando foi violentamente atropelado... por um veículo ligeiro que se pôs em fuga. A brutalidade do embate, que nem deixou marcas de travagem, causou a morte imediata ao fiscal da Brisa, de 41 anos. Na altura vestia colete reflector.

 

O acidente deu-se pelas 05h40, na faixa do sentido Sul-Norte, quilómetro 103,5, perto de Grândola.

 

A notícia da morte de António Caixas, residente em Alcácer do Sal, deixou a família em choque. "O ambiente é de grande consternação. Sabemos muito pouco sobre o que realmente aconteceu", disse o irmão, Rui Caixas. Tido com um homem trabalhador, António já tinha alertado os amigos e familiares para o desrespeito dos condutores nas zonas de obras da A2.

 

"Dizia que passavam a grande velocidade e que um dia havia uma tragédia. Acabou por acontecer", referiu um amigo.

 

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/fiscal-da-brisa-atropelado-na-a2

 

Atropelamento mortal seguido de fuga

 

Um trabalhador da Brisa morreu ontem de madrugada depois de ter sido atropelado numa zona da A2 próxima de Grândola.

O responsável pelo atropelamento fugiu e está a ser procurado pelas autoridades.

O acidente ocorreu por volta das 6 horas no sentido Sul-Norte, junto ao quilómetro 103, numa zona onde decorria uma reparação na auto-estrada que obrigava a um desvio de trânsito.

 

Um veículo ligeiro com matrícula espanhola ter-se-á despistado contra os pinos de sinalização.

Um funcionário da Brisa deslocou-se ao local e acabou por ser atropelado por um segundo carro que entretanto apareceu.

 

http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Set%FAbal&Concelho=Grandola&Option=Interior&content_id=1678707

 

 

Os pêsames à família!...

 

A notícia do JN revela um pouco mais do que realmente aconteceu, mas os verdadeiros factores nunca ficam esclarecidos e muito menos através de notícias na comunicação social.

Quantos mais têm de morrer para que entendam o que ando a dirimir com a empresa (BRISA) em Tribunal sobre sinalização de acidentes na Auto-estrada!?

 

http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/72187.html

 

ACIDENTES DE VIAÇÃO, SÃO CAUSA DE ENFERMIDADE PÙBLICA EM PORTUGAL.

 

Os acidentes de trabalho provocam mais mortes que conflitos armados, catástrofes naturais ou pandemias, indicam números divulgados pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

 

http://cambiantevelador2.blogs.sapo.pt/4211.html

 

 

Existem dois tipos de “analfabetos”: os que não sabem ler e os que sabem, mas não conseguem entender o que lêem.

 

Agostinho da Silva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Oficial de mecânica às 11:43 | link do post | comentar