O cinto de segurança ...

O cinto de segurança é considerado uma das 8 mais significativas patentes para a humanidade (1885/1985) e já salvou mais de 1.000.000 de vidas.

 

Ainda existe muita dificuldade nos passageiros em colocarem o cinto de segurança quando sentados nos bancos de trás.

A colocação do cinto de segurança no automóvel por todos os ocupantes é de primordial importância.

Ter um acidente por adormecimento ao volante é tão comum como por excesso de álcool.

 

O rebentamento de um pneu é também uma das principais falhas “técnicas” de um automóvel e uma das principais causas de muitos sinistros rodoviários.

 

Escrever um SMS a conduzir aumenta 23 vezes o risco de ter um acidente.

 

Isto porque, para escrever e enviar o condutor tem de desviar os olhos da estrada por um período que pode ir até seis segundos,

tempo que equivale a percorrer o comprimento de um campo de futebol (uma centena de metros) a cerca de 90 km/h, sem olhar para a estrada (estudo realizado pelo Virginia Tech Transportation Institute - VTTI).

 

Em Portugal, a distração dos condutores é responsável por 42% dos acidentes nas estradas portuguesas (estudo da Guarda Nacional Republicana).

 

Um dos principais motivos que levam os condutores a retirar os olhos da estrada é o telemóvel; mas a chamada de uma criança no banco de trás ou o tentar apanhar um objeto que cai (aumenta o risco 1,4 vezes), são outras das razões que estão na origem de muitos dos acidentes de automóvel. Resultado bem diferente no caso dos veículos pesados onde o risco é de 6,7 vezes maior.

 

Para realizar o estudo, o VTTI utilizou aparelhos que permitem observar o comportamento de motoristas no equivalente a dez milhões de quilómetros de estrada.

 

publicado por Oficial de mecânica às 02:06 | link do post | comentar