Tragédia no IC8 com Autocarro ...

Tragédia no IC8

 

Desde 2007, no troço (entre o KM 96,8 e 97) onde ocorreu, o recente despiste de um autocarro, de que resultaram 11 mortos e 21 feridos, só houve um acidente, há três anos, com dois feridos ligeiros.

Mas, no total do IC8 (mais de 100 kms, entre o Louriçal e Vila Velha de Rodão) registaram-se no ano passado, 29 acidentes, com duas vítimas mortais, seis feridos graves e 43 ligeiros.

Agora com o despiste de um autocarro e outros três acidentes com viaturas pesadas, recentemente ocorridos, na mesma zona, este Itinerário ficará com o Ranking da estrada mais perigosa.

 

 

 

Excursão acaba em tragédia no IC8

Onze mortos, 32 feridos. Foi este o balanço trágico de um acidente de viação no domingo, dia 27, de manhã, no IC8, junto ao nó de acesso ao Carvalhal, concelho da Sertã. http://www.noticiasdacovilha.pt/pt/artigos/show/scripts/core.htm?p=artigos&f=show&lang=pt&pag=&area=1&idseccao=27&idartigo=2030

 

Obras intermináveis causam série de acidentes no IC8

Ninguém sabe dizer com rigor há quanto tempo decorrem as obras de requalificação no IC 8, no local onde neste domingo aconteceu o acidente.

E a Estradas de Portugal declina responsabilidades no acidente ou na condução dos trabalhos de requalificação que decorrem na via, revelando que quem tem de prestar contas é o Grupo Ascendi, que tem a concessão daquele Itinerário Principal, desde o início de 2010. http://www.publico.pt/sociedade/noticia/obras-interminaveis-causam-serie-de-acidentes-no-ic8-1582307

 

“Houve ali uma derrapagem do autocarro, ao fazer a curva, onde havia uma lomba.

O meu marido, como é motorista, é que vinha a conduzir e lembro-me de ele dizer ‘Já está’.

Ao dizer isso, tentou controlar o autocarro, mas foi tudo tão rápido, que ele andou aos ziguezagues para o controlar, mas não conseguiu e o autocarro deslizou para o lado esquerdo, onde pisou a berma da estrada, levou o protector, rebolou e fomos pela ribanceira abaixo”,  contou Ana Paula Milho.

A mulher do motorista recusou a ideia de que o marido estivesse a conduzir em excesso de velocidade.

“Vinha a conduzir normalmente, não notei que viesse com velocidade a mais”, afirmou, revelando, no entanto, que “estava a chover e o piso estava molhado”. http://www.publico.pt/sociedade/noticia/autocarro-era-antigo-e-nao-tinha-cintos-de-seguranca-1582309?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29

 

Morreu com a filha mais nova ao colo.

Liliana Rijo, 35 anos, viajava com o marido, os pais e as duas filhas, meninas de dois e 12 anos.

"Ela estava do lado de fora do autocarro com a filha ao colo, e eu fui lá tirá-la", contou Ana Paula Milho, a mulher do condutor que praticamente saiu ilesa deste acidente. http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Castelo%20Branco&Concelho=Sertã&Option=Interior&content_id=3019327

 

A tragédia foi, por isso, maior.

O autocarro de matrícula espanhola que este domingo se despistou no IC8, na zona da Sertã, causando 11 mortos e 33 feridos, só tinha cintos de segurança nos dois bancos da frente. http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Castelo%20Branco&Concelho=Sertã&Option=Interior&content_id=3019325

 

 

 

publicado por Oficial de mecânica às 23:25 | link do post | comentar