A Estrada "rouba" demasiada energia ...

Camionista morre esmagado na A1.

 

O despiste de um camião foi fatal para o motorista, de 44 anos, na saída da A1 para Albergaria-a-Velha.

O acidente motivou o corte daquele nó, no sentido Norte-Sul, durante várias horas.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/camionista-morre-esmagado-na-a1

 

Camionista português morre depois de camião cair de um viaduto no País Basco.

Um camionista português, (de 30 anos), morreu quando o camião que conduzia se despistou e caiu de um viaduto na AP-8 junto ao rio Deba, próximo da localidade de Eibar, na província basca de Gipuzkoa ... 

O acidente ocorreu no quilómetro 71 da AP8 cerca das 13:20 locais (menos uma hora em Portugal Continental) quando o camião de matrícula portuguesa, que transportava leite e seguia em direção a Irun, saiu da via e caiu ao rio, na ponte de Azitain.

Um outro camião já se tinha despistado no mesmo local em dia 30 de maio, ainda que, nessa altura, a cabine tenha ficado suspensa no ar, sem cair.

http://www.destak.pt/artigo/108916-camionista-portugues-morre-depois-de-camiao-cair-de-um-viaduto-no-pais-basco?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+DestakRSS+%28Destak.pt%29

 

Com a extinção dos Governos Civis, os Planos Municipais de Segurança Rodoviária deixaram de ser uma prioridade?

 

Os planos rodoviários devem ser harmonizados entre municípios e pelas comunidades intermunicipais. Quem ficou agora como
parceiro das entidades que participam no desidrato comum da prevenção da sinistralidade rodoviária e na analise dos dados disponíveis das forças de segurança? Este é um problema de saúde pública (7ª causa de morte a nível mundial).

 

 

 

publicado por Oficial de mecânica às 01:31 | link do post | comentar