Coordenação Operacional nas Auto-estradas...

A Brigada de Trânsito da GNR deixou de patrulhar as auto-estradas.

 

CM19/06/2006

(A1, A2, A5 e A23) - De acordo com o jornal, a Brigada de Trânsito (BT) da GNR tem, desde o dia 07 de Junho, cinco militares, em permanência no Centro de Coordenação Operacional (CCO) da Brisa, em Carcavelos, dotado de um sistema de câmaras de vídeo que cobre aquelas auto-estradas.

 

Este equipamento foi aproveitado para a concepção do novo projecto de patrulhamento, delineado pela secção de operações da BT, e assinado pelo comandante Major-general Meireles de Carvalho.

Os carros patrulha estão agora colocados nos nós de acesso a quatro auto-estradas

- A1 (Lisboa-Porto), A2 (Lisboa-Algarve), A5 (Lisboa-Cascais) e A23 (Torres Novas-Guarda) - e só partem quando for detectada uma transgressão a partir do centro de vídeo vigilância...

O novo esquema de patrulhamento ainda está em fase experimental e, se resultar, será alargado a toda a rede de auto-estradas, o que permitirá poupar nas despesas de manutenção do parque automóvel da BT.

 

O porta-voz da BT, major Lourenço da Silva, disse ao CM que o anterior sistema de patrulhamento, que previa a circulação dos carros-patrulha nas auto-estradas, nunca se revelou eficaz.

«Pretende-se que o novo modelo seja dinâmico e adequado às necessidades», explicou o major Lourenço da Silva.

 

No entanto, os carros descaracterizados da BT, equipados com câmaras de vídeo e sensores de velocidade, vão continuar a circular em todas as auto-estradas... As viaturas com que a BT exerce a actividade de patrulha e vigilância nas auto-estradas A1, A2, A5 e A23 são propriedade da concessionária Brisa que paga ainda todas as despesas de combustível e manutenção das viaturas. Só não paga os salários dos militares.

 

http://diario.iol.pt/noticia.html?id=697193&div_id=4071

 

 

"A memória dá nova existência às coisas que já morreram" Mendonça Trémont

 

 

publicado por Oficial de mecânica às 20:43 | link do post | comentar